Pesquisar este blog

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Nossa história - capítulo 2 - Desencontros e o "nho"

Continuando.
(Clique para ler a primeira parte da história)

Passou mais ou menos um mês desde a primeira vez que ficamos e o Leandro não ligou. Hoje ele diz que a culpa foi meio que de certas opiniões que não cabe aqui explanar, e que o fizeram pensar que eu não estava a fim. Só que resolvemos viajar com um grupo de amigos para Búzios num feriado - no meio do fim de semana, seria aniversário dele. Eu fui de carona com o Leandro pra cidade e não estava com nenhuma expectativa, até porque neste meio tempo tinha reaparecido um carinha de uma história antiga e complicada pra me deixar ainda mais confusa.

Durante este feriado em Búzios, nos aproximamos mais e mais. Tivemos longas conversas, rimos bastante, foi muito legal. E no aniversário dele eu tinha prometido que faria um bolo para comemorar - foi o que eu fiz. O abraço que ganhei em agradecimento foi tão fofo que eu jamais esqueci! :) Apesar disso, não rolou nada entre nós além de amizade. Voltamos para o Rio, eu mais confusa que nunca, Leandro diz que já apaixonado e encantado porque tinha descoberto que eu era especial. (Pausa para o oooooooooooowwwwwwwwwwwwn)

Comprando peixe e fazendo gracinha em Búzios


Alguns dias depois, ele me ligou. Queria sair. Mas aí eu estava sem saber o que fazer - ainda magoada pelo cara que tinha ido para Brasília "ver a família" e voltado com uma namorada, balançada pelo cara da história antiga... Quem ouve assim acha que eu era A namoradeira, né. Em minha defesa, digo que sempre acreditei que alguém bacana ia aparecer e nunca deixei de tentar encontrá-lo! rs

Enfim, ele me chamou pra sair e eu meio que disse "Pô, tudo bem, quem sabe outro dia". Fiquei enrolando Leandro por mais ou menos um mês :s
Até que um dia eu estava no trabalho e ele me ligou e colocou na parede: "Vem cá, você quer sair comigo ou não?". UI. Fui sincera, disse que estava confusa e que não queria me envolver com ninguém naquele momento porque já estava envolvida com coisas demais, rs. A partir de então, Leleco deu um tempo e parou de me ligar. Vida que segue.

Mais algum tempo se passa e aí eu já estava mais tranquila, já tínhamos voltado a nos falar melhor... Ganhei uns ingressos pro teatro e o chamei pra ir com umas amigas. Ele não podia ir, mas se animou - chegou a ir ao teatro odisséia, programa que os amigos tinham marcado depois, só pra ver se eu estaria lá, rs. Na semana seguinte me chamou para sair, mas eu tinha marcado de bater um papo com um cara que queria me oferecer um freela e não pude. Na ooooutra semana, era aniversário da Renatinha. Nos encontramos na festa e batemos papo, mas ele tinha de ir embora cedo pra ir ao jogo do Flamengo (ele adora! rs). Quando voltou pra festa, eu já tinha ido. Emendou com a Casa da Matriz depois na esperança de me encontrar. Eu já estava chapada há muito tempo quando, por volta de umas 11h da noite, ele mandou um SMS me chamando pra sair.

Niver da Rê, onde tudo voltou...


No dia seguinte, tinha marcado de encontrar duas amigas pra almoçar - uma delas a Flavete, outra madrinha de casamento! Lá, contei pra elas do Leandro e elas me deram a maior força pra ligar pra ele. Respondi o SMS falando pra irmos ao cinema. Ele queria ver um filme que eu já tinha visto, mas eu nem reclamei. hahaha Fui ver o filme pela segunda vez.

Na hora marcada, ele apareceu para me buscar em casa. Íamos pegar sessão em um shopping de Botafogo. Mas, quando entrei no carro, sugeri irmos ao cine do shopping Tijuca, bairro onde eu moro. Ele fez a maior cara de 'Ahn', porque o mais longe que já tinha saído da Zona Sul na vida tinha sido o Maracanã, rs. Mas topou e fomos nós ao cinema. Sei que antes do filme ele me beijou. rs Isso foi no dia 8 de junho - olha quanto tempo, do primeiro beijo, em 15 de fevereiro, para este dia. Desde então, não desgrudamos mais - chamamos este dia de dia de "nho", que foi o dia em que marcamos o início do relacionamento. Mas também não foi assim que começamos a namorar... Amanhã eu conto!

2 comentários:

Beatriz Amaral disse...

tá de sacanagem, Biessa?! e eu crente que tinha me dado bem por não ter visto o post de ontem para me deixar curiosa e aí você faz isso?! puxa vida! rsrsrsrsrs!

muito interessante essa história, quero ler o final logo!

beijos!

Leandro Leone disse...

Ohn vc consegue me emocionar e fazer chorar aqui só com um texto sua boba.
Tudo tao lindo =). Acho que vou imprimir isso para lermos depois de um tempo já casados amor =). Vai ser fofo ne?

Te amo

OBS 2: Mais uma correção simples. No dia do teatro eu fui a Casa da Matriz atras de voce. Eeee no dia do aniversario da Renatinha eu fui ao Odisseia hehehe...