Pesquisar este blog

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Modelitos do Oscar - inspiração para noivas, madrinhas, mães de noivos...

Minha parte preferida do Oscar é o tapete vermelho. Adoro ver os vestidos, os penteados e maquiagens. E claro que são grandes inspirações para nós, noivas, bem como para madrinhas, mães de noivos, convidados...

Vou colocar aqui algumas famosas que merecem destaque - não necessariamente porque são meus preferidos, mas sim porque acho possível que sirvam de referências para nós, pobres mortais. Muitos dos vestidos são lindos, mas claramente de alta costura e fica impossível ou quase impossível reproduzí-los com uma costureira. Então estou focando naqueles que têm mais a ver com pessoas comuns, como nós.

Mila Kunis - De longe o meu preferido. Amei a cor, a renda, o modelo. Acho que o look pode inspirar até mesmo noivas. Também curti o cabelo e a maquiagem, discretos mas elegantes.


Natalie Portman - Acho que o modelo caiu muito bem para uma gestante. A cor ficou bonita na pele, o tipo de decote valorizou o colo e a pala diante da barriga a deixou confortável e sem aquele ar de gravidíssima. Só dava mesmo para ver a barriga de ladinho. Curti. Pode ser uma boa inspiração para madrinhas e noivas grávidas, ou mesmo para quem tem uma barriguinha saliente.


Selena Gomez - Achei o modelo superelegante, uma mostra clara de que menos é mais. O decote favorece o colo e alonga o corpo, deixando mais longilínea, e magra, claro. Estou apaixonada e quero um vestido assim para ontem! Também gostei do penteado. Meu único senão é o batom, achei que ficou "combinandinho" demais com o vestido e não faz tanto meu tipo.


Scarlett Johansson -  Eu particularmente não curti o modelo, mas vi que muitas gostaram. O decote nas costas é lindíssimo! E o cabelo da atriz, bem como sua maquiagem, estavam ma-ra.


Anne Hathaway - O modelo vinho da atriz é bem bonito, com uns bordados gráficos que deixam o corpo meio 'violão'.


Mais tarde coloco mais alguns looks. Tem uns especiais para mães de noivos!

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Como fazer seu cabide personalizado para o casamento

Casamentos gringos são sempre fonte de inspiração, ainda mais os dos Estados Unidos. São tantos detalhes fofos!

Já ouvi algumas coleguinhas prestes a casar cobiçando os cabidinhos que algumas noivas norte-americanas usam com o nome ou alguma outra mensagem personalizada.



Fonte: Etsy

Pesquisando, vi que várias noivas fazem o próprio cabide. E que, por mais difícil que pareça, escrever seu nome ou mensagem é bem mais fácil do que parece.

Você vai precisar de um fio de metal flexível. Ele é vendido em lojas de material de construção. (O noivo ou um amigo que entenda dessas coisas pode te ajudar a escolher o melhor tipo). Ou então pode ser fio de metal encapado para bijouterias - esse é até mais fácil de trabalhar e também tem em várias cores. Vai precisar também de alicate de corte e daquelas alicates de bijouteria para fazer as voltinhas.Depois de escrito o nome, basta encaixar em um cabide de madeira.

Vou tentar fazer o meu para mostrar a vocês. Mas, enquanto não faço isso, aqui tem um vídeo que pode ajudá-las.


É uma boa mostra de como podemos costar custos colocando a mão na massa - principalmente para estas frescurinhas fofas!

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Música para a cerimônia religiosa - checked!

Mais um item foi fechado: os músicos para a cerimônia, na Igreja.

Pesquisamos bastante, porque não fazíamos tanta questão neste quesito, mas acabamos ficando com um grupo bem tradicional: Violinos Mágicos. Eles tocaram no casamento dos meus pais e isso influenciou bastante na escolha. Não são dos mais baratos, mas têm qualidade. Fechamos a formação mais clássica deles, com oito instrumentos mais cantora. Eu nem ligo muito para canto, mas acho que fica lindo na Ave Maria. :)

Na pesquisa, fomos conhecer a Entreatto e a-do-ra-mos. Mas ficava além do nosso orçamento. Fica a dica!

Agora, é escolher as músicas. Acho que isso vai ser meio problemático, uma vez que a Santa Margarida Maria é bem rigorosa na escolha. Músicas populares estão 100% vetadas!

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Inspiração para madrinhas

O vestido que Deborah Secco usou no lançamento de "Bruna Surfistinha" não ficaria lindo para uma madrinha ou mesmo mãe dos noivos? Imagine em outra cor - um azulão, rosa, vermelho... Luxo!
Clica na foto que ela aumenta bastante. 


O modelo era básico, mas o detalhe de renda nas costas fazia toda a diferença. 


Simples e elegante. Fica a dica!

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Esmalte de noiva

Semana passada estava papeando com minha manicure e surgiu o assunto "esmalte para o casamento". Claro que é um tanto quanto cedo para pensar no assunto, mas ficou claro para mim que provavelmente não usarei branquinho. Primeiro porque eu dificilmente uso esmalte branco, então não teria muito a ver comigo me casar com renda e afins. E segundo porque eu nunca combino o esmalte dos pés com o das mãos, sempre escolho diferentes. Mais um motivo pelo qual não pretendo usar branquinho no dia do casório.

Nas mãos, penso em colocar uma das minhas combinações preferidas: Nude clássico, da Impala, com uma demão de Cashmere, da Colorama, por baixo.



Outra opção é usar o Rosa Floral, outro de meus esmaltes preferidos.



Nos pés, ainda não sei, depende do que vou escolher para as mãos. Mas até em Jabuticaba já pensei (alocka). É meu esmalte mais querido de todos os tempos.


Estou com medo da minha mãe me bater, rs.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Cuidando da pele - parte 2

No sábado, fui fazer limpeza de pele pela primeira vez na Anna Pegova. Fica em Ipanema, aqui no Rio, e tem um precinho mais salgado que a média. O diferencial é que os cravinhos não são espremidos, e sim retirados com uma maquininha de sucção.

Como disse no outro post sobre os cuidados com minha pele para o casório, tenho tendência a ter bastante cravos, principalmente daqueles chatos, fechados e difíceis de retirar. Por causa disso, fiquei meio traumatizada com limpezas de pele. Doíam muito e ainda me deixavam com marquinhas - elas saíam, mas é chato ficar com a cara toda empolada por três ou quatro dias, né?

Bom, na Anna Pegova não doeu quase nada. Ponto para lá. Foi um processo bem mais tranquilo do que as outras limpezas de pele que já tinha feito. E, como todo lugar classe AA, o tratamento foi excelente. A caminha era confortável, a luz indireta não machucava meus olhos... E, em certas horas, ela trocava a luz amarela por uma azulzinha, ótima para relaxar. A massagem que ela fez no meu rosto também foi uma delícia. Amei! rs Frescurinhas? Sim, claro, e como todas elas, dispensáveis... Mas responda: quem não gosta?

Ao sair, fiquei com alguns pontos vermelhinhos e inchados. Mas isso eu já esperava. Estes cravos fechados só saem se forem abertos com uma agulhinha descartável. Isso em qualquer lugar, seja classe AA ou não. Então fiquei algumas horas com cara de quem tinha cutucado espinhas. Hoje, minha pele está supermacia e sem os malditos cravos que me incomodam tanto. Aleluia!

Veredicto: para mim, valeu a pena pagar a mais. Meu trauma de dor em limpezas de pele foi embora. Acabei me empolgando e fiz um pacote de cinco limpezas para ganhar a sexta grátis. Já nem gosto de desconto, né? E, como pretendo manter o tratamento até o casório para estar com a pele radiante, foi um bom negócio.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

O convite de casamento de Príncipe William e Kate

Não pretendia postar mais hoje, mas depois de ver o convite do casório mais esperado do ano... Não deu.
Sem firulas e muito classudo, eis o convite de casamento de Kate Middleton e Príncipe William: 


E aí, meninas, o que acharam?

Alguém sabe, alguém viu...?

Antes mesmo de marcar nosso casório na Colombo, eu ficava babando neste porta-guardanapos que vi no site da confeitaria. Achava lindo!

Quero fazer algo parecido para a minha decoração. Minha Ny, vózinha materna querida (eu não a chamo de avó, só de Ny... rs Longa história), se prontificou a fazer para mim, mas preciso saber as medidas.

Alguém sabe, alguém viu quem são os donos do porta-guardanapos?
Queria saber se eles podem me passar as medidas...

E o que vocês acharam do estilo?

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Cuidando da pele

Quem me conhece há mais tempo sabe que eu sou meio neurótica com pele. Acho que é resultado de uma adolescência com acne. A verdade é que, até hoje, se não me cuido, a tendência é ter muitos comedões - aqueles cravinhos de ponta branca, não preta - que muitas vezes viram espinhas doloridas e chatas.

A maior parte das pessoas diz que é neura e que minha pele é ótima, mas a verdade é que nunca estou satisfeita! rs Sempre tive um ritual extenso de cuidados com a pele do rosto. Tudo prescrito pela minha amada dermato Dra. Carla Binenbojm, que tratava de mim desde os 15 anos. Infelizmente no ano passado ela foi para Londres e me abandonou bem no meio do projeto noiva! rs Só que até hoje me acompanha via Facebook. Muito amor! <3

Então, vinha mantendo os cuidados prescritos pela Carla, mas mês passado pedi indicação a ela e fui me consultar com outra. É que quero que a pele esteja bem boa no casório, né? A nova médica, uma fofa também, mudou pouquíssima coisa e os cuidados continuam intensos. São eles:
- sabonete líquido antioleosidade de duas a três vezes por dia;
- Tônico Pore Refining Kiehl's pela manhã (este foi uma sugestão minha, porque comprei e amei e ela disse que podia usar - é caro mas vale cada centavo gasto e dura muito);
- ácido no rosto dia sim, dia não;
- Esfoliação a cada dez dias com Ionax Scrub;
- Revaleskin eye ao redor dos olhos de manhã e à noite (para olheiras e evitar linhas de expressão);
- Filtro solar 30 pela manhã, sendo reaplicado durante o dia - eu uso o Ansolar 30. Tenho dificuldade para encontrar um protetor que não faça a pele ficar muito oleosa e esse é o que me atende melhor;
- Ácido potente nas costas para tratar manchas que tenho desde que me entendo por gente, combinado com banhos de sol regulares nas costas.

Bom, acho que é isso. Fora todo esse trabalhão, continuarei a fazer limpezas de pele a cada dois ou três meses (muitos me indicaram a Anna Pegova, é bem mais caro mas marquei para experimentar) e um peeling mais de prevenção no inverno. E vocês, noivas, estão cuidando mais da pele?

(post inspirado no da Danee)

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Linha de noivas - Urban Outfiters

A Urban Outfitters acaba de lançar uma linha especial para noivas, com vestidos (de noiva e convidadas), sapatos, jóias, acessórios de cabeça e até lingerie. Uma coisa mais linda que a outra. Estou apaixonada. A parte ruim é que só entregam para EUA e Canadá.

Mas não mata suspirar por umas peças impossíveis...

Fonte: site oficial

(Pode clicar que a foto fica bem grande)

Faltam 200 dias!

200 dias para o casório!
Ai, ai, ai. Ansiosa, eu? Magina!

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Grinalda

Na semana passada, aproveitei que Diana Cantídio esteve no Rio para dar uma olhada nas peças dela. Uma coisa mais linda que a outra!

As peças da Diana são feitas em fio de cobre com banho em estanho ou prata (este mais caro, claro), com aplicações de cristais e pérolas.

Minha preferida foi uma tiara fininha com um laço. Na verdade, são duas peças combinadas. Só que, a princípio, meu vestido já tem laço e eu também quero um brinco de lacinho. Então ficaria demais, né?

Também adorei uma peça que imita um voilette (parece com essa aqui, só que um pouco menor), e outra que é uma tiarinha fina comum desenho mais abstrato. Esta última a mais discreta de todas.


No preço, as três foram bem parecidas. Agora, acho que vou bater um papo com a Beth, que vai cuidar do meu make e cabelo no grande dia, e com a Carol Hungria, para ver o que elas acham. Tenho de escolher uma peça que combine com o vestido e que comporte o penteado que quero fazer.

Para babar, algumas das peças da Diana.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Sapato de noiva

Exagerada que só, tenho dois sapatinhos para o grande dia. Ó dúvida... rs


Acho que vou ficar com o da esquerda. Apesar de ser da mesma loja, ele é mais bem acabado. Fora que não tem laço. Amo laços, mas vestido de laço, brinco e sapato... Não dá né! rs

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Nossa história - capítulo 3 - o namoro

(Não aguentei até amanhã para publicar. Leia como nos conhecemos e como acabamos ficando juntos depois de muitos desencontros)

Depois de irmos ao cinema, não desgrudamos mais. Passamos a trocar mensagens e também falar por telefone. Uns dois dias depois, Lê foi me buscar no trabalho e saímos para comer; sei que só nesta semana saímos duas ou três vezes. E eu cada vez mais encantada por aquele menino que não parecia fazer joguinhos como os outros, que eu adorava conversar e rir junto... Quando vi, já estava gostando muito dele. Senti bem isso quando, no fim de semana, ele tinha o aniversário de uma amiga para ir e eu saí com outros amigos para jantar. Ele estava fazendo falta... :)

Na semana seguinte, mais saídas. O dia que caiu minha ficha que estava ficando sério foi quando a mãe dele ligou para o celular e ele disse "Ah, estou aqui com a Biessa. Vou pra casa só mais tarde". E eu pensei: Cara, a mãe dele sabe meu nome! Está ficando sério isso! rs

Menos de duas semanas depois daquela saída pro cinema, daquele encontro que relutei tanto para aceitar, eu já estava entregue. Tinha combinado de sair com duas amigas no sábado e ele ia a um bar com outros dois amigos. Drika, que já o conhecia e me parecia que nutria certa simpatia por ele por causa das coisas que eu contava, colocou pilha para irmos ao mesmo bar que eles. Até carona ela me deu! rs E lá fomos nós. Chegando ao bar, nós já agíamos como namorados.

Fomos ao Rota 66, bar conhecido pelos drinks gigantes de dois litros. Eu e uma amiga pedimos um frozen destes. Tomamos tipo a metade, mas meio litro de coisa para cada uma é coisa que não acaba, né. Eu brinco que o Leleco aproveitou que eu estava naquele estado para fazer "a" pergunta.

Ele foi me levar em casa e, quando estávamos nos despedindo, ele me olhou muito sério e disse: "Bi, eu gosto de você. Quero ficar com você e ninguém mais. Quero que você seja minha namorada". 

Eu, por dentro: Oooooooooooooown. Morri. 

Tentando falar bonito, acabei dando uma de tonta: Le, também gosto muito de você e queria que você soubesse que não faz diferença isso. Eu gosto de você, é isso que importa. 

Na minha cabeça, isso significava: Siiiiiiiiiiiim, aceito, eu já gosto de você e não ficaria com outro mesmo. 

Na cabeça dele, isso foi um toco. rs

Saí do carro mandando SMS pras amigas com a singela frase: IH! Tô namorando. 

Leandro foi para casa achando que tinha tomado um toco. hhahaha

Bom, nos falamos no dia seguinte - eu com a certeza de que estava namorando, ele na dúvida se tinha ou não tomado um fora. Mas aí eu coloquei que estava namorando no Orkut e, PLIM, magicamente tudo se resolveu. Ó que enrolados que nós somos.

Algumas das primeiras fotos como namorados

Isso foi no dia 21 de junho, o dia que comemoramos o início do namoro. Pouco depois, eu já sabia que ELE era O cara. Eu senti que era diferente!
E agora estamos bem pertinho do casamento, sonhando com uma vida juntos.
Esta história me deixou como lição que nem sempre as coisas entre um casal acontecem de cara. Elas só dão certo quando é a hora certa. No meu caso, tenho certeza que não teria sido igual se tivesse ficado com ele ainda confusa. Ia estar com os dois pés atrás e seria impossível me entregar.
E espero, Leleco, que a gente tenha muitas outras histórias enroladas como esta para contar.

Leleco, nossa história é perfeitinha do jeito que é. Amor não é receita de bolo, e o nosso prova isso. Obrigada por ter insistido em mim, obrigada por não ter desistido apesar das minhas negativas, obrigada por ser meu melhor amigo e ainda me fazer sentir com o coração palpitando toda vez que me olha, igual ao dia que descobri que estava amando você.

E o que eu desejo a todos que leem este blog é que tenham a oportunidade de se entregar do jeito que nós fizemos, ao menos uma vez na vida. Sem medo, sem receios, até se tocar de que estão diante de alguém diferente e especial.

Nossa história - capítulo 2 - Desencontros e o "nho"

Continuando.
(Clique para ler a primeira parte da história)

Passou mais ou menos um mês desde a primeira vez que ficamos e o Leandro não ligou. Hoje ele diz que a culpa foi meio que de certas opiniões que não cabe aqui explanar, e que o fizeram pensar que eu não estava a fim. Só que resolvemos viajar com um grupo de amigos para Búzios num feriado - no meio do fim de semana, seria aniversário dele. Eu fui de carona com o Leandro pra cidade e não estava com nenhuma expectativa, até porque neste meio tempo tinha reaparecido um carinha de uma história antiga e complicada pra me deixar ainda mais confusa.

Durante este feriado em Búzios, nos aproximamos mais e mais. Tivemos longas conversas, rimos bastante, foi muito legal. E no aniversário dele eu tinha prometido que faria um bolo para comemorar - foi o que eu fiz. O abraço que ganhei em agradecimento foi tão fofo que eu jamais esqueci! :) Apesar disso, não rolou nada entre nós além de amizade. Voltamos para o Rio, eu mais confusa que nunca, Leandro diz que já apaixonado e encantado porque tinha descoberto que eu era especial. (Pausa para o oooooooooooowwwwwwwwwwwwn)

Comprando peixe e fazendo gracinha em Búzios


Alguns dias depois, ele me ligou. Queria sair. Mas aí eu estava sem saber o que fazer - ainda magoada pelo cara que tinha ido para Brasília "ver a família" e voltado com uma namorada, balançada pelo cara da história antiga... Quem ouve assim acha que eu era A namoradeira, né. Em minha defesa, digo que sempre acreditei que alguém bacana ia aparecer e nunca deixei de tentar encontrá-lo! rs

Enfim, ele me chamou pra sair e eu meio que disse "Pô, tudo bem, quem sabe outro dia". Fiquei enrolando Leandro por mais ou menos um mês :s
Até que um dia eu estava no trabalho e ele me ligou e colocou na parede: "Vem cá, você quer sair comigo ou não?". UI. Fui sincera, disse que estava confusa e que não queria me envolver com ninguém naquele momento porque já estava envolvida com coisas demais, rs. A partir de então, Leleco deu um tempo e parou de me ligar. Vida que segue.

Mais algum tempo se passa e aí eu já estava mais tranquila, já tínhamos voltado a nos falar melhor... Ganhei uns ingressos pro teatro e o chamei pra ir com umas amigas. Ele não podia ir, mas se animou - chegou a ir ao teatro odisséia, programa que os amigos tinham marcado depois, só pra ver se eu estaria lá, rs. Na semana seguinte me chamou para sair, mas eu tinha marcado de bater um papo com um cara que queria me oferecer um freela e não pude. Na ooooutra semana, era aniversário da Renatinha. Nos encontramos na festa e batemos papo, mas ele tinha de ir embora cedo pra ir ao jogo do Flamengo (ele adora! rs). Quando voltou pra festa, eu já tinha ido. Emendou com a Casa da Matriz depois na esperança de me encontrar. Eu já estava chapada há muito tempo quando, por volta de umas 11h da noite, ele mandou um SMS me chamando pra sair.

Niver da Rê, onde tudo voltou...


No dia seguinte, tinha marcado de encontrar duas amigas pra almoçar - uma delas a Flavete, outra madrinha de casamento! Lá, contei pra elas do Leandro e elas me deram a maior força pra ligar pra ele. Respondi o SMS falando pra irmos ao cinema. Ele queria ver um filme que eu já tinha visto, mas eu nem reclamei. hahaha Fui ver o filme pela segunda vez.

Na hora marcada, ele apareceu para me buscar em casa. Íamos pegar sessão em um shopping de Botafogo. Mas, quando entrei no carro, sugeri irmos ao cine do shopping Tijuca, bairro onde eu moro. Ele fez a maior cara de 'Ahn', porque o mais longe que já tinha saído da Zona Sul na vida tinha sido o Maracanã, rs. Mas topou e fomos nós ao cinema. Sei que antes do filme ele me beijou. rs Isso foi no dia 8 de junho - olha quanto tempo, do primeiro beijo, em 15 de fevereiro, para este dia. Desde então, não desgrudamos mais - chamamos este dia de dia de "nho", que foi o dia em que marcamos o início do relacionamento. Mas também não foi assim que começamos a namorar... Amanhã eu conto!

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Nossa história - como nos conhecemos e o primeiro beijo

Fico eu aqui falando de preparativos de casamento, de casa e de futuro, e me dei conta que nunca contei minha história com o Leandro.

Eu considero uma história engraçada, algo do tipo "tinha que ser" e tinha de ser naquela hora, se fosse antes não teria funcionado tão bem, rs.

A história, como todas as histórias de amor, é longa e complicada.

Tudo começa há muuuito tempo atrás, quando Leandro estava no segundo grau e tinha um amigo de alcunha Latino. Esta criatura abençoada antes estudava em outro colégio, onde ficou amigo de Renatinha - moça esta que conheci na faculdade e que hoje é uma de minhas madrinhas de casamento.

Durante a faculdade, conheci muitos amigos da Rê, mas fiquei próxima especialmente da Flávia - com quem perdi o contato por motivos que até hoje não entendi. Enfim, no meu aniversário de 22 anos, fizemos uma festa juntas, Flávia e eu. Eu já conhecia praticamente todo o grupo de amigos da Rê e da Flávia, já tinha ouvido falar no Leandro, mas nunca tínhamos sido apresentados. No auge da festa, eu bêbada que só, dei de cara com o Leandro na pista de dança e o reconheci por causa de fotos. "Você que é o Leandruuuuuuuuu?" (imaginem isso no tom de voz de uma pessoa alcoolicamente alterada e muito feliz). E ele: "É, sou eu" (e ele diz que pensou "Jesus quem é essa maluca?"). Eu virei as costas e fui embora hahaha. Vai, ele tinha motivo de me achar louca. Ele perguntou pro Góes: "Quem é essa louca?". "È a Biessa, porra, como você não conhece?". ahahaha

Eu bonitinha no início da festa e troncha pouco antes de falar com o Leandro
Enfim, daí tínhamos sido oficialmente apresentados e acho que ele me adicionou no orkut, algo assim. Não nos víamos muito, mas volta e meia nos encontrávamos em festas, bares... Daí começamos a ficar amiguinhos. Mas demorou até o interesse aparecer.

No carnaval seguinte (uns sete meses depois), nos encontramos vááárias vezes em blocos. Ficamos mais próximos, mas a essa altura eu já estava de casinho com outro cara. Cheguei a estar no bloco com um um grupo de amigos, Leleco inclusive, e encontrar esse cara e ficar com ele. (Leandro me zoava horrores porque eu tenho 1,57 e o cara, quase dois metros. hahahaha).

Ó nóis aí no Carnaval!

Mas aí o negócio estava num ponto que já não andava mais e eu estava insatisfeita - não era compromisso, o relacionamento não evoluia. Numa sexta-feira, o tal rapaz viajou para visitar a família em Brasília (guardem esta info) e eu fui para um aniversário na casa de uma amiga em comum. Leandro estava lá, todo mundo bebendo e se divertindo... 

Em algum momento, me vi sentada ao lado do Leleco. Começamos a conversar e tinha alguma coisa rolando. Dava pra sentir. Mas eu estava confusa, tinha o cara lá - não era namoro nem nada mas não queria criar confusão, não faz meu tipo. Sei que em dado momento o Lê fez um carinho na minha mão e eu retribuí. Daí para um beijo foi um pulo! rs Nós ficamos pela primeira vez neste dia - 15 de fevereiro. E eu fiquei animadinha porque ele anotou meu telefone.
Lembram do cara com quem eu tinha um casinho? Pois bem, eu nem tinha motivo para me sentir mal. Uns dois dias depois, ele me procura no MSN e diz que tinha ido a Brasília encontrar uma menina que tinha conhecido pela web e que eles estavam namorando. Enfim, eu estava livre. Mas também não foi desta vez que Leleco e eu começamos a namorar... rs

Nossa, como eu escrevo. Amanhã eu continuo...

Ferramentas do Google para casamentos

(Dica da Thieny no Twitter)

O Google tem uma página que agrupa ferramentas para casamentos. Dá para fazer sites, editar fotos, planilhas para ajudar no controle de gastos... Muita coisa!



Aqui no blog também tem algumas ferramentas para ajudar noivas. Divirta-se!

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Atrasar? Nem pensar.

O papo mais comentado entre noivas nos últimos dias é que uma igreja no Paraná começou a cobrar multa das noivas que se atrasam para a cerimônia.

Minha opinião pessoal:

Desde que entendo por gente, ouço minha mãe falar que não atrasou no casamento dela, que acha desrespeitoso com os convidados. Acabei assimilando isso, e também não acho legal mofar numa igreja. Claro que acontecem atrasos - no dia do casório de uma amiga, por exemplo, caiu um pé d'água e ela não conseguiu chegar na hora. Beleza, acontece. Mas tem muita noiva que atrasa de propósito.

Durante os preparativos, várias vezes me perguntaram: "Qual é a hora do convite? E que horas a noiva vai chegar?". Como assim, gente? Enganar os convidados? Não acho legal, sabe. Meu casamento está marcado para 20h30 e é 20h30 que eu pretendo chegar na igreja. Posso pegar trânsito e me atrasar? Posso. Mas não será de caso pensado. Mesmo porque o padre que vai celebrar meu casamento não permite isso - ele pede uma cópia do convite para ter certeza que não vão deixá-lo lá plantado de propósito, coitado... Também por ser uma sexta, acho que se atrasar a cerimônia a festa será mais curtinha, afinal as pessoas estão mais cansadas e tendem a ir embora mais cedo.

Seria bacana que todo mundo fosse pontual e chegasse na hora. Sabemos que isso não acontece, ainda mais porque meu casório será numa sexta, tem trânsito, as pessoas trabalham... Não vou sofrer por isso. Sei que quem gosta e se importa comigo e Leandro vai fazer o que puder para estar lá às 20h30. No que depender de mim, estarei entrando na igreja poucos minutos depois de 20h30 do dia 02 de setembro. :)

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Projeto noiva em forma

Desde que decidimos casar, perdi oito quilos.
Ainda faltam uns 14 para O peso ideal. Ou uns sete para o que eu queria perder no início da dieta. Mas estou tão empolgada que acho que posso mais!
Tudo a base de malhação e dieta. Sem grandes segredos. Pouca comida nos horários certos, refeições de três em três horas... (tudo devidamente orientado pela minha supernutricionista Lílian!)

Além disso, como doce apenas a cada quinze dias. Deixei para o fim de semana esse pequeno prazer de me permitir uma sobremesa. Adoro doces e cortar 100% seria impossível! Sendo assim, como incentivo, fico contando os dias até o dia "permitido". Também cortei bebidas alcóolicas por completo até julho - foi uma das minhas resoluções de ano novo. É que adoro um espumante, uma caipirinha... Ficava naquela de "só hoje" e o só hoje viravam vários dias por semana! E a minha teoria é de que álcool é "pão líquido"! Então cortei de vez até julho e não estou sentindo falta por enquanto. E também me permito alguns prazeres um dia ou outro - às vezes uma friturinha, ou troco o lanche light por um pão de queijo... Não rola ficar neurótica.

Na malhação, estou meio descuidada nas últimas duas semanas. Troquei de academia e estou malhando com o Leandro - saí da Curves, que não estava dando resultados, e fui para uma academia mais tradicional perto de casa. Tenho feito spinning sempre que possível e estou com uma série de musculação poderosa que tem um foco legal em braços e costas, afinal, é o que mais aparece no vestido! rs

Não senti tanta diferença no meu look, mas algumas roupas que estavam pequenas passaram a caber. É que uso muitos vestidos, não dá pra ver se ficaram largos, sabe? Mas estou recebendo uns 'Nossa, você está mais magra'. Fala sério, melhor que isso só mesmo ganhar na loteria!

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Frescurinhas (des)necessárias

São tantas as frescurinhas e novidades no mundo casamentício que fica difícil não se encantar e suspirar: "Ah, se meu dinheiro desse..."

Sapatilhas
Havaianas? Que nada! As sapatilhas são fofas e ainda mantém a elegância das convidadas. Um mimo muito fofo para se dar de presente - mas cujo par custa, no mínimo, o dobro dos chinelinhos tradicionais.



Arroz de coração
Hoje em dia, até a tradição de jogar arroz no casal para desejar boa sorte vem modernizada. Há arroz em forma de coração - branco, rosa, colorido...


Câmeras descartáveis
Registre sua festa pelos olhos dos convidados. No fim, eles deixam a câmera com os noivos que terão fotos daquilo que não puderam participar. Fofo!


E mil outros mimos. Tudo que sua imaginação alcançar.

É claro que gostaria de ter algumas destas fofices no meu casório. Adoro novidades e ser diferente é muito legal! Mas a grana é curta e há de se ter prioridades.

Minha opinião é: o que importa é o casal. É o amor, é estar perto de quem se gosta, dos familiares e amigos. Festa é gostoso, mas não precisa ser uma superprodução. Boa comida, bebida gelada e um DJ legal garantem uma festa inesquecível - bem mais do que lembrancinhas, eu diria. E as frescurinhas? Bom, vamos encaixando no nosso bolso de acordo com o que pudermos. Sem estresse! :)

Cabelo e make

Tenho mil coisas pra fazer pelo casório (e já começamos a procurar apê), mas fico babando em makes e penteados tentando escolher o meu para o grande dia. Se tem uma coisa que eu estou bem tranquila quanto a minha escolha é minha maquiadora. Olha que luxo as makes e cabelos que a Beth Ribeiro faz:

Quero um olhão poderoso assim e já estou apaixonada por esse penteado!



Eu gosto de me maquiar. No dia a dia, confesso que não passo do batom e blush, mas para festa... adoro olho bem marcado, delineador, sombra preta, tudo que tenho direito! Então não poderia ser diferente na hora de escolher quem iria me arrumar.

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Inspiração - penteados lindos!

Vejo que muitas pessoas chegam ao blog atrás de fotos de penteados. Remexendo minha pastinha de inspirações, achei algumas opções lindas de cabelo para noivas, madrinhas, mães de noivas, formandas... Enfim, para quem quer ficar linda em uma festa.

Pode clicar na imagem que ela aumenta e fica GIGA! Dá pra ver os penteados com bastante detalhes.




quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Something blue

(Ou: Sonhar não custa nada)
Me diga se este anel não é um "something blue" bem do fofo?
Mais cedo, vi que a Bia publicou no blog sobre alianças Antônio Bernardo. E me lembrei das fofíssimas alianças Dany - são 11 modelos que podem ser combinados ou usados sozinhos. Tem em ouro branco ou amarelo. E eu estou apaixonada por esta versão com safira... (suspiro)

Ó que lindeza os anéis todos juntos. Também sonho com o de estrelinha.

Ah, se meu dinheiro desse...

Faltam sete meses!

Wedding Countdown Ticker

Faltam sete meses pro casório e faltam também muitas coisas importantes...

Filmagem (acho que fecho ainda essa semana), terminar de convidar os padrinhos (falta apenas um pro Leandro), convites, música pra cerimônia, decoração da igreja... ai ai ai. Fora a novela da lua de mel! Ganhei milhas dos meus pais, mas só posso pegar as passagens seis meses antes da viagem. Imaginam a minha ansiedade?